O Natal do Museu do Oratório começa com encontro de Pastorinhas

0 Comentários

11/12/2014 às 21:24

A tradição natalina das Pastorinhas abre as comemorações do Natal no Museu do Oratório. O Grupo de Pastorinhas do Bairro Padre Faria se apresenta no interior do Museu, no dia 12 de dezembro, sexta-feira, a partir das 15h. O encontro faz parte das ações de Valorização das Manifestações Culturais, promovidas pelo Museu do Oratório.

 

O acervo do Museu do Oratório conta com várias representações do nascimento de Jesus, em especial nos oratórios Lapinha – que, em geral, apresentam as cenas do nascimento e do calvário de Jesus. O encontro dos Grupos de Pastorinhas de Ouro Preto é realizado desde 2005 com o intuito de salvaguardar esse patrimônio imaterial e fortalecer as tradições da cidade.

 

As Pastorinhas fazem parte das tradições culturais populares do Natal. Eles são formados por crianças e jovens que representam os personagens dos presépios (anjo, estrela, pastoras e pastores, florista, cigana, José e Maria). Os grupos visitam lugares onde foram montados presépios e cantam louvores ao Menino Jesus. Também recolhem esmolas, distribuem flores e dançam. Em Ouro Preto, tradicionalmente no Primeiro Domingo do Advento, as Pastorinhas começam a visitar as casas onde está exposta a representação do nascimento de Jesus, o presépio, para prestar homenagem ao Menino Deus. Essas visitas se encerram com a chegada dos Reis Magos no dia 6 de janeiro.

 

O Museu do Oratório funciona diariamente, das 9h30 às 17h30, na Casa Capitular da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo (Adro do Carmo, 28 Centro Ouro Preto – MG).

 

Saiba mais sobre as Pastorinhas

As Pastorinhas foram introduzidas no Brasil pelos jesuítas no século XVI. Esse bailado folclórico de origem portuguesa compõe-se de representações coloridas e movimentadas com cantos e danças dramatizados principalmente por moças, que seguem a Belém com o intuito de homenagear o menino Jesus, por isso estas representações tem as festas natalinas por referência.

 

Assim sendo esse bailado natalino foi se difundindo pelo Brasil afora e teve grande difusão no Nordeste e Sudeste do Brasil devido à atuação da Companhia de Jesus. Mesmo depois da expulsão dos Jesuítas, com o passar dos anos, o bailado foi se adaptando aos contextos em que era inserindo.

 

Serviço


Encontro de Pastorinhas 

Dia: 12 de dezembro de 2014, sexta-feira

Horário: 15h

Local: Museu do Oratório – Adro da Igreja do Carmo 28, Centro – Ouro Preto

Contato: (31) 3551 5369

Entrada Franca

 

 

 

 



Envie seu Comentário

Seu email não será divulgado. Os campos marcados com * são obrigatórios.

+ 51 = 55