Oratório Ermida – MO 095
Oratório originário da região norte de Minas Gerais, datável em princípios do século XIX. Objeto confeccionado em madeira recortada, entalhada e policromada. Policromia predominante em azul, amarelo, vermelho, verde e branco. Dobradiças e gancho de ferro. Partes coladas, pregadas e encaixadas. Cavilhas. Abertura na porta para sistema de fechadura. Fecho de ferro à moda de tramela.
 
Oratório Ermida – MO 094
Oratório originário de Minas Gerais, datável do século XIX. Objeto confeccionado em madeira recortada, entalhada e policromada. Espelho de fechadura em metal amarelo. Abertura vertical com aproximadamente 02 cm de largura para anteparo de vidro, que se apoiaria em duas ripas na base inferior e no forro. Três (03) tramelas de madeira, sendo uma externa e duas internas. Sistema de fechadura. Dobradiças de ferro. Frontão de encaixe. Acabamento conectivo feito por encaixes, colagens e cravos.
 
Oratório Ermida – MO 093
Oratório originário de Minas Gerais, provavelmente datável da primeira metade do século XIX. Objeto confeccionado em madeira entalhada e recortada, apresentando policromia e douramento. Policromia possuindo marmorizado, tonalidades predominantes em verde claro, azul, vermelho e marrom. Dobradiças e ganchos de ferro. Tramela de madeira. Par de torres de encaixe. Verso com traves pregadas e duas pequenas chapas de ferro. Acabamento conectivo feito por colagens, cravos e pregos industriais.
 
Oratório Ermida – MO 089
Oratório presumivelmente originário de Pernambuco, datável do século XIX. Objeto confeccionado em madeira recortada e entalhada, com policromia e douramento. Predominância de tons avermelhados, azuis, brancos e dourados. Dobradiças e fecho em ferro. Sistema de fechadura preso por parafusos, com lingueta e orifício sem espelho para encaixe da chave. Frontão avulso. Acabamento conectivo feito por encaixe, colagens e cravos.
 
Oratório Ermida – MO 085
Oratório originário de Minas Gerais, datável do século XIX. Objeto confeccionado em madeira recortada, entalhada e policromada. Tons predominantes em azul e verde. Acabamento conectivo em cravos, pinos e encaixes.
 
Oratório Afro Brasileiro – MO 116
Oratório originário de Minas Gerais, datável da segunda metade do século XIX. Objeto confeccionado em madeira recortada, entalhada e policromada. Tonalidades predominantes em azul, vermelho, verde e amarelo. Decoração da cobertura feita em folha de flandres. Ferragens nas dobradiças. Acabamento conectivo em pregos e encaixes.
 
Oratório Salão – MO 113
Oratório originário de Minas Gerais, datável da segunda metade do século XIX. Objeto confeccionado em madeira recortada, entalhada e policromada. Policromia com retoques aparentes, em cores fortes e contrastantes, possuindo predominância do laranja. Frontão avulso de encaixe. Acabamento conectivo feito por encaixes, colagens e pregos.
 
Oratório Afro-Brasileiro – MO 112
Oratório originário de Minas Gerais, datável do século XIX. Objeto confeccionado em madeira recortada e entalhada. Presença de ferragens compondo dobradiças e ganchos de artesanais. Acabamento conectivo feito por cravos.
 
Oratório Afro-brasileiro – MO 099
Oratório originário de Minas Gerais, datável do século XIX. Objeto confeccionado em madeira recortada, com resquícios de policromia. Tramela de madeira com fixação por cravos artesanais. Portas presas por ferragens artesanais. Acabamento conectivo feito por encaixes e cravos.
 
Oratório Ermida – MO 096
Oratório originário do Nordeste do Brasil, datável do século XVII. Objeto confeccionado em madeira recortada e entalhada. Acabamento conectivo em colagens, cavilhas, pregos e sambladuras. Gaveta avulsa. Resquícios de policromia e douramento.
 
Oratório Afro-brasileiro – MO 133
Oratório originário de Minas Gerais, datável da primeira metade do século XIX. Objeto confeccionado em madeira recortada com resquícios de policromia. Partes em madeira pinho de riga. Acabamento conectivo feito em colagens e pregos.
 
Oratório Afro-Brasileiro – MO 135
Oratório presumivelmente originário do Norte de Minas Gerais, datável do século XIX. Objeto confeccionado em madeira recortada, entalhada e policromada. Policromia em tons azuis e verdes. Base composta por mesa com quatro (04) pés de sustentação e gaveta. Fechadura em tramela. Presença de ferragens. Corte vertical no frontão. Acabamento conectivo feito por cravos e pregos.
 
Oratório Ermida – MO 145
Oratório originário do Nordeste do Brasil, datável de fins do século XIX. Apresenta a função de esmoleiro. Objeto confeccionado em madeira recortada, entalhada e policromada. Acabamento conectivo feito com pregos e sambladuras. Orifícios na base do nicho para depósito de esmolas. Fenda para encaixe de tramela. Acabamento conectivo feito por cravos e encaixes. Gaveta avulsa com fechadura. Dois (02) puxadores em pitão. Possui função de esmoleiro e cofre.
 
Oratório Afro-Brasileiro – MO 143
Oratório originário de Minas Gerais, datável do século XIX. Objeto confeccionado em chapas de ferro batido. Contendo resquícios de policromia azul. Acabamento conectivo feito por soldagens.
 
Oratório Ermida – MO 146
Oratório originário da Bahia, datável de fins do século XIX. Objeto confeccionado em madeira recortada, entalhada e policromada. Policromia com marmorizado e resquícios de prateamento feito com purpurina. Frontal aberto com vão livre sem vidro. Laterais com vãos de janelas. Fundo com portinhola apresentando tramela de madeira e duas (02) dobradiças de ferro. Acabamento conectivo feito por colagens e cravos.
 
Oratório Afro-Brasileiro – MO 282
Oratório originário de Minas Gerais, datável do século XIX. Objeto confeccionado em chapa de ferro batido. Acabamento conectivo feito por soldagens. Quatro (04) dobradiças.
 
Oratório Afro-Brasileiro – MO 158
Oratório originário de Minas Gerais, datável do século XIX. Objeto confeccionado em madeira recortada, apresentando resquícios de policromia verde. Dobradiças de ferro. Três (03) suportes para dependurar, sendo apenas um antigo, provavelmente original do oratório. Acabamento conectivo feito por pregos, cravos, encaixes e colagens. Faz conjunto com cinco (05) representações escultóricas em madeira entalhada e policromada: crucifixo, três (03) relevos religiosos pregados (São João Evangelista não está bem fixado) e, Santo Antônio, que está colado ao oratório.